PAINEL DE ADMINISTRAÇÃO:      Esqueceu a senha?
Portal de busca e informações na área da saúde.
Os menus acima     podem ser acessados com um clique.
Busca em todo conteúdo do portal com resultados categorizados.
mais lidos todos os artigos

Diabetes infantil

            Segundo dados da Sociedade Brasileira de Diabetes, o crescimento anual de casos de Diabetes do tipo I, que afeta principalmente crianças e adolescentes, é de 3%. A doença pode aparecer nos primeiros anos de vida, entretanto, a maior incidência é a partir dos 5 anos até a adolescência.

            Muitas vezes crianças desenvolvem diabetes e os pais não sabem lidar com o problema e ficam perdidos. O melhor é conhecer a doença e tirar todas as duvidas para ajudar a criança.

            Diabetes é uma alteração na produção de insulina pelo pâncreas ou uma resistência à ação da insulina pelo organismo. É a insulina que ajuda o organismo a transformar o açúcar (glicose), em energia para o funcionamento do corpo humano.

            Os sintomas mais comuns são sede constante, vontade excessiva de urinar , bastante fome, perda de peso, mal-estar com fraqueza. Se a criança foi diagnosticada com diabetes, sua maior preocupação deve ser com o cuidado e a atenção que você precisa ter no primeiro momento para lidar com a doença, por isso é muito importante contar com a ajuda de uma equipe multidisciplinar composta de médico endocrinologista, nutricionista, farmacêutico e psicólogo.

            O tratamento de uma criança com diabetes é muito diferente do tratamento de um adulto, pois seus corpos  estão em desenvolvimento e precisam de tratamento próprio.

           Crianças pequenas precisam de calorias suficientes para crescerem e se desenvolverem normalmente, então deve-se manter uma alimentação saudável rica em fibras para evitar a obesidade infantil. 

            Para o controle do diabetes do tipo I são necessárias aplicações diárias de injeção de insulina, e o numero de injeções varia de acordo com a necessidade do paciente,  que vai ser estabelecida pelo médico endocrinologista.

            Controlar o diabetes requer dedicação e responsabilidade, porque a longo prazo o controle indevido da doença pode causar cegueira, infarto, hipertensão e insuficiência renal além de outras complicações .

            É bom lembrar que não há como fugir do diabetes, por isso é muito importante a estrutura familiar e o meio em que convive, afinal, é uma doença que esta no controle do paciente, e esse pode conduzi-lo da melhor maneira possível para evitar problemas futuros.